22.11.05

Mundo cão



Há duas formas de abordar a política: uma mais analítica (Sociologia Política, História Política, Psicologia Política, etc.), a outra mais pragmática (intervenção nos processos políticos).

Sempre gostei das duas, mas também sempre tive a certeza que um dia me ia dar mal com a segunda. É realmente um mundo cão.

PS: as minhas desculpas ao cão da foto, que não tem culpa nenhuma; foto retirada do site Sr. Cão.

7 comentários:

Freitas Rodrigues disse...

Texto enigmático este, meu caro! Podes concretizar? Um abraço

i disse...

Caro Fernando: por mim, dispenso a resposta à questão da 'concretização' levantada pelo nosso querido amigo Freitas Rodrigues. No entanto permite-me que te diga que não me parece que te dês assim tão mal com a segunda opção (intervenção nos processos políticos); Antes pelo contrário... Talvez haja é mais do que um 'alguém', que não se dê precisamente com a tua, tão digna, capacidade de intervanção!
Gosto do cão ;o)
Bjos,

Ricardo disse...

Viva,

Sem saber o que se passa com a tua abordagem "mais pragmática" na política posso dizer que do que já assisti não fiquei com muita vontade de ser pragmático. Mas quem sabe um dia...

Espero que tudo se resolva!

Abraço,

CP disse...

Por isso é que eu só pratico a primeira, e para mim mesmo.

tiago duarte disse...

ora ai está! dito como deve ser dito...n se segue a receita á letra...cozinha-se mal...dps tenta-se reaver os ingredientes...mas estes são personificados é têm mta inteligência e seguem o seu próprio caminho...E MTO BEM

Armando S. Sousa disse...

Não dúvido da afirmação, que é um mundo cão, quando falamos de política. Há demasiada gente à procura de um lugar ao Sol e essa gente não se preocupa de atropelar todos os princípios para alcançar o lugarzito.
Um abraço.

Freddy disse...

E andamos todos a comer pedigree pal...

Forte abraço da Zona Franca que está de volta ao activo e com novo look!!!