28.9.05

Greves

Como muito bem notou Mário Pinto num artigo do Público de anteontem, cada vez há mais greves na função pública (quando comparado com as do privado - sinais dos tempos), o que demonstra bem como tem vindo a crescer o número de pessoas que trabalha para o Estado. E essa é uma das causas do défice, embora não a única nem porventura a principal.

2 comentários:

ChrisWoznitza disse...

Hi I´m Chris. Greatings from Germany Bottrop !!

O Raio disse...

O número de greves na actividade privada está a descer devido ao aumento da precariedade do trabalho. Nada mais.
Não sei que é esse Mário Pinto mas sei que não tem lá muita capacidade de análise...